Transportadora francesa opera no Porto do Lobito

O terceiro maior grupo do mundo no transporte de carga por via marítima, a francesa CMA CGM, vai passar a operar no terminal do porto do Lobito, numa parceria com a angolana Multiparques, informou o grupo francês.

De acordo com a informação divulgada, o memorando de entendimento para a operação foi formalizado em Paris, a 18 de Dezembro, na presença dos ministros das Relações Exteriores de Angola e o seu homólogo francês. O terminal vai estar operacional durante o ano de 2015.

A localização do porto do Lobito, próximo do Huambo e Benguela – as maiores cidades de Angola depois de Luanda – justifica, para o grupo francês, este envolvimento, que visa expandir a sua acção para o corredor ferroviário criado por Angola entre o Atlântico (Lobito) e a fronteira, no interior, com a República Democrática do Congo e a Zâmbia, para garantir a exportação marítima do minério extraído nestes dois países.

“Estes dois elementos perspectivam para o porto do Lobito um grande futuro, na operação intermodal”, garante, na mesma informação, o vice-presidente da CMA CGM, Alexis Michel. Além da gestão da operação daquele terminal, no segundo maior porto de Angola a seguir a Luanda, a associação da CMA CGM com os angolanos do grupo Multiparques prevê o “desenvolvimento de plataformas logísticas” no país.

O grupo francês já conta com sete rotas regulares para Angola e pretende “capitalizar” a experiência no transporte intermodal, marítimo e de plataformas logísticas, no mercado angolano.

Presente em 150 países e com mais de 18 mil trabalhadores, a CMA CGM – fundada em Marselha em 1978 – opera com uma frota de 428 navios que servem 400 portos através de 170 linhas.

 

Indique este site

Português
Seções Transportadora francesa opera no Porto do Lobito
Estatística
Tabela de Marés
Mapa do Porto

 


Porto do Lobito

   2002-2011 ©.